domingo, 13 de abril de 2014

Don chegou!

Don chegou no dia 16/03, às 21:10h, pesando 3,735g e 51,5cm.
Estou para escrever este post tem vários dias, mas além do PC ter ficado ruim, mal sobrava tempo para sentar e escrever..
Tenho a impressão que com a Maria foi mais fácil, não sei precisar ao certo, talvez por ser muito mais jovem, mas a conclusão que cheguei é: amamentar em livre demanda requer muita determinação e força.
Quando estava grávida, achava que a 'livre demanda' que se fala em todos os blogs sobre gestação e bebês, se resumia em dar o peito quando o bebê quisesse, mas vai muito além disso.
É quando o bebê quiser sim, mas isto significa, de 2 em 2 horas, ou de hora em hora, ou ficar 1 hora com ele no peito, ou até mesmo 5 horas... é bem cansativo.
Don já nasceu com muita disposição e força para sugar, diferente da Maria, com ela fomos nos adaptando aos poucos, mas ele não, ele queria tudo e mais um pouco e ficava bem irritado no começo, meu leite demorou três dias para descer, só o tal do colostro não era suficiente para ele.
Na nossa primeira noite em casa, dormi apenas 45 minutos! Os primeiros 10 dias foram bem difíceis pois não tinha uma posição boa para amamentá-lo devido às dores que eu sentia.
Os entendidos no assunto e pediatras que me perdoem, mas tudo melhorou quando consegui amamentar deitada!
E nossa luta tem sido diária, pois não quero dar mamadeira, tenho medo da tal confusão de bicos e ele deixar o peito por causa disso. Nos primeiros dias, tive que recorrer a um complemento no copinho, que por sinal é  extremamente difícil de dar..
A conclusão que cheguei é que amamentar vai muito além de alimentar, porque às vezes não e fome, o bebê só quer chameguinho..
É bom demais tê-lo em meus braços, estou imensamente feliz!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...