quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Feliz Ano Vida Nova...


"Desmoronando

  • Juntaram as minhas partes, me espanaram e me mandaram para casa. Eu não disse para ninguém que deveria estar morto
LUIZ FERNANDO VERÍSSIMO
Publicado:
O prédio de lata estava desmoronando e eu estava dentro dele, desmoronando também. Caía de bruços como um super-herói que esqueceu como voar, com a cara virada para o chão, ou para o saguão do prédio, que se aproximava rapidamente. Se eu me espatifasse no saguão, certamente morreria, pois seria soterrado pela lataria em decomposição que acompanhava meu voo. O fim do sonho seria o meu fim também. Mas a queda era interrompida, a intervalos, como naquelas “lojas de departamento” em que o elevador parava, o ascensorista abria a porta e anunciava: “Lingerie”, “adereços femininos” etc. Levei algum tempo para me dar conta que aquelas paradas não eram só para interromper o terror da queda. Eram oportunidades de fuga. O sonho me oferecia alternativas para a morte, se eu fizesse a escolha certa. Ou então me dava um minuto para pensar em todas as escolhas erradas que tinham me levado àquele momento e à morte certa: os exageros, os caminhos não tomados e as bebidas tomadas, as decisões equivocadas e as indecisões fatais, o excesso de açúcar e de sal, a falta de juízo e de moderação. Não posso afirmar com certeza, mas acho que ouvi o ascensorista fantasma dizer, em vez de “lingerie” e “adereços femininos”: “Desce aqui e salva a tua alma” ou “Pense no que poderia ter sido, pense no que poderia ter sido...” As paradas não eram para diminuir o terror, as paradas eram parte do terror! Eu não tinha tempo nem para a fuga nem para a contrição. E o saguão se aproximava. Decidi me resignar. É uma das maneiras que a morte nos pega, pensei: pela resignação, pela desistência. Meu corpo não me pertencia mais, era parte de uma representação da minha morte, o protagonista de um sonho, absurdo como todos os sonhos. Talvez a morte fosse sempre precedida de um sonho como aquele, uma súmula de entrega e renúncia à vida, mais ou menos dramática conforme a personalidade do morto. Um sonho com anjos e nuvens rosas ou um sonho de destruição, como eu merecia. Eu nunca saberia por que meu sonho terminal fora aquele, eu desmoronando junto com um prédio de lata. Mas nossas explicações morrem com a gente.
No fim do sonho me espatifei no chão do saguão e esperei que o prédio caísse nas minha costas. Em vez disso, ouvi a voz do dr. Alberto Augusto Rosa me perguntando se eu sabia onde estava. “Hospital Moinhos de Vento”, arrisquei. Acertei. Lá juntaram as minhas partes, me espanaram e me mandaram para casa. E eu não disse para ninguém que deveria estar morto."

Este texto saiu no GLOBO de hoje...











































Tudo bem, tudo bem... os meus problemas não foram tão graves quanto o do Luiz Fernando, mas, juro que por alguns momentos lá em meados de agosto eu achei que fosse morrer... foi bem assim o que senti.
O fato de estar doente em qualquer grau, deprime, e a cabeça  dá um nó e cria várias situações que só se passam na sua imaginação e esta foi sem dúvida, meu maior algoz.
Mas, Deus é misericordioso e me deu uma nova oportunidade, com a ajuda da Dra. Cássia e de meu marido, com as orações da minha mãe e o olhar juvenil e cheio de vida de minha Maria...  confesso que consigo visualizar a vida de uma forma bem diferente. 
E hoje estou bem. Trilhando um caminho para o meu bem.




Feliz Ano Vida Nova... 
mesmo não alterando muita coisa na minha rotina, mas sim na minha cabeça.

Beijos
Miriam


18 comentários:

  1. Grandes bençãos para esse ano..é o que te desejo,minha irmã.

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E será maninha!! Deus está no comando. Bjs

      Excluir
  2. Oi Mirita querida! Parei, li e refleti... Realmente muitas são as oportunidades, e as sacudidas da vida tb! Mas em tudo Deus nos trás aprendizados e crescimento. Não sei o que houve contigo mas me alegro em saber que tudo deu certo, que estás bem. Gostei do post. Beijo grande e um 2013 abençoado pra vc e sua família
    Cantinho da Galega

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Dani, tive alguns problemas que me levaram a engordar 15 kilos entre 2011 e 2012, o estresse consegue desestabilizar todo o meu organismo, a imunidade foi no chão, com isto tive intolerância à glicose, pressão alta, colesterol alto, várias viroses no decorrer do ano, uma conjuntivite das mais graves, além de uma tosse intermitente por vários meses... fiquei desesperada!!!! Mas as coisas só foram entrando nos eixos, quando enfim percebi que a gente não consegue deixar as coisas do jeito que a gente imagina, às vezes é necessário sim, ignorar certas coisas e seguir sem deixar que aquilo abale sua vida. E foi o que eu fiz. A partir daí, tudo melhorou, mas agradeço a Deus, pois serviu para meu autoconhecimento. Bj

      Excluir
  3. Que seja um ótimo ano pra todos, a melhor mudança é a que acontece dentro de nós. bJÔ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta é uma das melhores frases!! Está realmente dentro de nós! Bjs

      Excluir
  4. Que 2013 seja repleto só de BOAS novidades.
    Muita saúde e Paz.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, esta já foi uma boa novidade para mim, não apenas saber, mas sentir que é possível! Bjs

      Excluir
  5. Mirian,
    Sei muito bem o que é isso - os fantasmas de nossa imaginação. Os meus ainda não foram embora. Por enquanto eles ainda não se transformaram em realidade, mas se Deus achar que sim, espero ter força para passar por tudo. Ainda a pouco, assistindo no RJ TV o desastre que aconteceu em Xerém, pedi perdão a Deus. Tenho um teto, família e ainda um emprego. Quando olhamos para nosso lado, verificamos que nossos problemas não são muita coisa não. Que todas nós possamos ter força e fé para passarmos pelos probl emas, sejam eles quais forem e não ficarmos presas a eles. Eles passarão e nós passarinho. Bjs. Leila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leila, vc tem razão! Tem muita gente em situação muito pior e nos momentos de desespero é sempre bom lembrar disto, mas também acredito que Deus dá o frio conforme o cobertor não é mesmo?! O que quero dizer é que, vc não pode se sentir culpada por terem pessoas em situação pior, pois a culpa só agrava o seu problema, o ideal é conseguir identificar a causa da sua tristeza e trabalhar nisto. Com a ajuda de Deus, a força vem, ela está lá, dentro de vc! Bjs

      Excluir
  6. É isso aí Miriam! Feliz 2013, só com coisas boas e alegrias infinitas!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Andrea!! Coisas boas, alegrias infinitas mas de vez em quando, um tantinho de frustração é essencial para estarmos com os pés no chão!! Bj

      Excluir
  7. Miriam, que bom que agora está tudo bem. Um novo ano cheio de coisas boas para você. Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está sim Érica, o discernimento é uma dádiva do Criador!! Bj

      Excluir
  8. Mirian querida, segura na mão de Deus e vai!!Não desanime, vc é uma mulher forte e guerreira.Tenha um lindo ano novo!!bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh Rosana esta é sem dúvida minha maior certeza! bjs

      Excluir
  9. Miriam, os caminhos de Deus não são os nossos caminhos, e a vontade dele é boa perfeita e agradável, ainda que pareça ruim nele sempre há uma saída, uma porta que ainda não conhecemos, ele criou todo este mundo em sete dias, de maneira tão perfeita, quando estamos neles somos provados para sermos aprovados, só ganha a batalha quem luta... Que Deus derrame bençãos sem medida sobre você e toda sua familia, não desista ele te ama, e jamais te abandorá, um grande beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thais, acredito nisto com todo o meu coração!! bjs

      Excluir

Fico feliz quando você expressa sua opinião e respondo seu comentário, assim que possível!! Bjinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...