quinta-feira, 28 de julho de 2011

Eu e Maria na livraria..


Ontem, Maria foi comigo para o escritório e na hora do almoço, passamos numa livraria ali no Edifício Central. (Férias de Bel é um dilema para mim, quando não posso tirar junto com ela.)
A intenção era apenas "olhar" as novidades e saber se tinha chegado uma revista.. mas eita, como gosto de uma livraria!! pareço pinto no lixo.. e Bel também.
A revista chegou nhamnhamnham... rsrs.. mas, na prateleira do lado eis que vejo aqueles guias de viagem, não resisti.. todo mundo sabe de minha paixão por Paris neah.. então... bem  fui perguntar o preço e eis que estava na promoção! Ahh como gosto de um desconto, por menor que seja me dá uma satisfação!!! Coloquei na cestinha,  e, no instante seguinte me deparo com este livro: Ana e o Beijo Francês, vou ser sincera que o olho bateu primeiro foi na capa e depois no preço, comecei a lê-lo ontem mesmo.
Fala sobre uma garota, no final da adolescência, que vai morar num colégio interno aonde? aonde? Paris...
Ahhh não me critiquem!! Eu gosto de romance e não tenho preconceito nenhum com estorinhas para adolescentes, para quem leu mais de 2 mil páginas em 12 dias!! Os quatro livros da Saga Crepúsculo, este pelo menos é mais real.
Mas não são  só livros de ficção adolescente que constam em minhas prateleiras, há um tempo atrás, li o que conta sobre a trajetória de Marina Silva. Todo mundo, principalmente as mulheres, deveriam ler,  afinal determinação é fundamental nesta vida!
E Bel, trouxe para casa, mais um da coleção Meu Diário Otário.



Fica a dica: não adianta buzinar no ouvido  da criança que ler é preciso, enchê-la de livros também não vai adiantar, se você não der o exemplo. 
Beijos!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Making off - Revista Minha Casa

Cheguei a ficar desconfiada quando a Mônica, repórter da revista,  ligou! Afinal, só vemos coisas lindas na revista  e ter um de meus cantinhos exposto numa   publicação de tiragem nacional, era coisa muito difícil de acontecer com uma simples mortal como eu.. rsrs..
... mas aconteceu..
A Virna, fotógrafa, é uma pessoa adorável, gostei muito de conhecê-la e antes das fotos, tomamos um bom café com bolo de fubá e tagarelamos muito.. Foi ótimo!!
 Nem tudo dá para sair na foto neah.. e eu ajudei a arrumar o espaço, me senti  "a cenógrafa-produtora" kkk

Amei o resultado, obrigada a todos da Revista Minha Casa! Fiquei bem feliz!!

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Meu mundinho é cor de rosa.

Cresci numa casa onde só tinha meninas, sou a mais velha de quatro irmãs.
Nunca fui muito fã de bonecas, tive o privilégio de poder brincar na rua, jogava taco, bolinha de gude, queimada, etc... com meus primos e as garotas da vizinhança, não tinha muitos meninos em nossa rua naquele tempo..
O rosa entrou definitivamente em minha vida, depois dos 30... Qualquer coisa rosa me atrai..rsrs..






Às vezes me perguntam  o que meu marido acha de viver numa casa assim tão menina.. kkk.. ele não se importa, ainda bem né..
Beijos

domingo, 24 de julho de 2011

Vovó, os tecidos e a simpatia

Hoje levantei às 4h, quero terminar logo a manta de crochê de Maria Isabel.. fiz um café, tomei com biscoitos de maizena e requeijão, liguei a TV em busca de meus programas preferidos (são reprisados no domingo cedo). Terminei quatro quadrados, peguei o projeto da Lavinia, preciso correr... a máquina de costura está ruim e isto está me deixando apreensiva.. Lavínia chega em setembro.. filhota da amiga Andreia..
Comecei pela escolha dos tecidos para os bastidores, afinal Andreia me proporcionou o desafio de decorar uma parede marrom p/ a mocinha que está chegando!! Tudo bem Andreia, aceitei de muito bom grado, fiquei felicíssima com isto...
No meio dos tecidos, o cheiro do óleo Singer p/ lubrificar a máquina fez-me voltar à infância.
Minha avó aprendeu a costurar sozinha, minha paixão pelos tecidos começou com ela, desde que me entendo por gente era ela quem fazia as minhas roupas e de minhas irmãs.
Quando nasci, ela pegou meu umbigo, aquele pedaço que cai depois de alguns dias, e guardou, a simpatia dizia que quando a menina completasse 7 anos, deveria enterrá-lo e então seria prendada.. rsrs.. minha bisavó fez a mesma coisa com ela...
Hoje, minha avó está com 82 anos, não costura mais por conta de um AVC.. relembrar minha infância me deu um nó na garganta.. obrigada vó!
Ahh.. minha Bebel também enterrou seu umbigo...
Esta colcha é de autoria de vovó, ela fez uma p/ cada neta...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...